De Teresa a 16 de Outubro de 2017 às 20:47
Apesar de compreender o seu ponto de vista, como portadora de uma doença mental crónica que me provoca algumas limitações no dia-a-dia (particularmente ao nível da sociabilidade) não gostaria que chamassem simplesmente de louca. Loucura é o que me acontece no estado agudo da doença. Denominar as minhas limitações que decorrem da doença como loucura parece-me redutor.

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres