1.6.18

Girl - Alteredego.jpg

Foto: Girl - Alteredego

 

Tudo começou quando nasceste. Quando nasceste, algo em mim nasceu também, um novo sentimento, ou vários ao mesmo tempo. Desconhecia alguns deles, mas eram todos tão bons de sentir.

Foste crescendo e eu fui crescendo contigo, ensinei-te tudo o que sabia e desde a tua nascença que nos tornámos inseparáveis, ríamos vezes sem conta quando as nossas primas se zangavam uma com a outra, quando lutavam porque queriam a mesma coisa, mas nós… Nós não, nunca fomos de guerrear por nada, partilhávamos uma com a outra, nunca quis ter mais do que tu, queria sempre que tivesses mais e melhor, queria que estivesses sempre feliz; era a irmã mais velha, tinha que olhar por ti.

Lembro-me, tão bem, da primeira vez que fomos ao parque – estavas com medo de subir as escadas e com medo de descer pelo tubo do escorrega; apesar da enorme curiosidade o medo era superior. Lembro-me, tão bem, de te dar a mão e a apertares – olhaste para mim e sorriste. E foi aí, foi nesse exato momento que soube o que era a palavra CONFIANÇA, quando confiaste em mim e me agarraste na mão para subir as escadas, quando esperei por ti no fim do escorrega e te vi descer tão confiante depois de dizer que conseguias. Foi daqueles momentos indescritíveis que nos ficam na memória para sempre.

E foi a partir daí que juntas fomos ganhando forças, fomos ganhando coragem para enfrentar cada obstáculo da vida, enfrentando o medo e ganhando confiança a cada experiência vivida. Prometi estar ao teu lado, prometi ajudar-te, ensinei-te a importância de teres confiança em ti mesma para conseguires olhar em frente e seguires os teus sonhos, acreditando que consegues.

A confiança é a luz que vês ao fundo do túnel, é o alento e a força de que precisas.

 

Inês Ramos

 

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 07:30  Comentar

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

> Alexandra Vaz

> Cidália Carvalho

> Ermelinda Macedo

> Fernando Couto

> Helena Rosa

> Inês Ramos

> Jorge Saraiva

> José Azevedo

> Maria João Enes

> Marisa Fernandes

> Rui Duarte

> Sara Silva

> Sónia Abrantes

> Teresa Teixeira

Junho 2018
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
16

17
19
20
21
23

24
26
27
28
30


Arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
Entendi a exposição, conforme foi abordada mas, cr...
Muito obrigada por ter respondido ao meu comentári...
Obrigado Teresa por me ler e muito obrigado por se...
Apesar de compreender o seu ponto de vista, como p...
Muito agradecemos o seu comentário e as suas propo...
Presenças
Ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: