De Cidália Carvalho a 12 de Abril de 2010 às 19:48
Vitor Martins,
Os exemplos que nos descreveu, da filha Inês e do tio são, tristemente, esclarecedores. Esclarecdores de boa fé no caso da Inês e de má fé no caso da agente. Viver bem no meio destes valores opostos não é fácil, conseguir-se-á, por ventura, com muita tolerância, tranquilidade, paz e harmonia, conforme refere.

Fique bem!

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres