De Zilda Cardoso a 7 de Setembro de 2009 às 07:43
Concordo eu com Aníbal V.: não creio que inteligência seja sinónimo de razão. Por isso, é natural que um pouco de emoção se deixa penetrar na inteligência quando se tomam decisões. É o que nos distingue do computador, se bem que às vezes o computador, ele próprio, pareça ter evoluído para uma inteligência não apenas racional. Nas nossas decisões, continuo a concordar com Aníbal, inteligência com alguma emoção permite-nos, considerando a realidade humana, ter a atitude certa. Ou a mais adequada. Todas as nossas decisões serão políticas (no bom sentido).

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres