De Fernando a 27 de Outubro de 2008 às 00:41
Vivemos tão preocupados em sermos normais, que acabamos por insuflar a nossa infelicidade e ficarmos verdadeiramente anormais.
E se vivêssemos, simplesmente? Sem querer copiar em nós tudo o que é normal, nem cavar à força uma distância de segurança do que é anormal.
Acho que felicidade nada tem a ver (a)normalidades; mas essa é a minha alegre opinião.
E com essas e com outras, a vida lá se vai esgotando e nós distraídos.

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres