De Aníbal V a 21 de Julho de 2009 às 10:39
Espanto-me por o Descartes achar que o espanto, como excesso de admiração, seja mau.
Eu gosto de ficar espantado; é bom ficar espantado.
Espero encontrar sempre coisas que me espantem: desarrumam o arquivo, obrigam-me a pensar, a arrumar o arquivo mas já de outra forma.

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres