1.4.16

ElderlyWoman-CoqueAmbrosoli.jpg

Foto: Elderly Woman – Coque Ambrosoli

 

Existe uma preocupação diária que me atormenta a alma. É o bem-estar daqueles que julgo precisarem de mim. Há uma fase da vida, mais ou menos prolongada, em que “os nossos mais velhos” já não conseguem seguir com as suas vidas sozinhos, pelo menos à luz daquilo que nos parece aceitável. Sentimos que precisam de alguém a todo o momento, porque estão frágeis na sua autonomia e na sua liberdade. Observamos e sentimos uma mudança de cor, e sinais e sintomas de desgaste físico e mental que lhes rouba a lucidez e a força para empurrarem a vida para a frente. O incentivo que davam de forma muito própria deixou de aparecer na sua comunicação. Usam muito a comunicação não-verbal e, de quando em vez, sai uma palavra ou outra que nos transmite o que sentem relativamente ao seu estado. É curioso que, ainda hoje, a paralinguagem está muito presente, e nós vamos entendendo, com mais ou menos dificuldade.

 

Existe uma preocupação constante com o seu bem-estar. Há sentimentos de uma perda vagarosa e silenciosa mas, às vezes, percebe-se que esse sentimento de perda grita dentro de nós e nos perturba incessantemente. Queremos o seu bem-estar, sendo esta uma das poucas certezas que tenho na vida. Tentamos responder às suas necessidades com muito amor. Sinto-me bem quando o faço; não faço quando quero, mas sim, quando posso… é tão difícil gerir isto! Serei responsável por este cuidado? Sinto, enquanto filha, que devo responder pelas consequências deste cuidado que presto. Devo sentir, por esta razão, que sou responsável pelo seu cuidado? É o meu dever, ou o meu direito, associado ao meu papel de filha?

De que se fala quando falamos de responsabilidade?

 

Ermelinda Macedo

 

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 09:30  Comentar

Praia | Cabo Verde

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Estefânia Sousa Martins

Fernando Couto

Fernando Lima

Jorge Saraiva

José Azevedo

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Vanessa Santana

Abril 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
14
16

17
19
21
23

24
26
28
30


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
Muito agradecemos o seu comentário e as suas propo...
Muito linda a canção. Obrigado por compartilhar!
Parabéns pelo blog, gostei muito da maneira como e...
Obrigado SAPO.CV!!
Olá :)Este post está em destaque no "Cenas na net"...
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: