17.2.16

ISeeYou-GeorgeHodan.jpg

Foto: I See You – George Hodan

 

O “eu” pode ser entendido como um conjunto de componentes que, individualmente, representam uma combinação de informações importantes para a promoção e qualidade das relações interpessoais.

O exercício que é importante fazer liga-se à identificação dessas componentes e como elas se apresentam e se manifestam. É um exercício de autoconhecimento.

O que conheço do meu “eu”? O que desconheço do meu “eu? O que os outros conhecem do meu “eu”? O que os outros desconhecem do meu “eu”?

A combinação do que eu conheço/desconheço/escondo do meu “eu” e o que os outros conhecem/desconhecem do meu “eu”, influencia as relações entre o “eu” e os “outros”.

O exercício no caminho do autoconhecimento pode influenciar a forma como a pessoa dá ou solicita informação aos outros. Parece que a forma como o “eu” se apresenta aos outros, tendo em atenção a estrutura que conhecemos/desconhecemos/escondemos do nosso “eu”, influencia os “outros” e, consequentemente, tem repercussões nas relações interpessoais.

Na interação com os outros a informação é partilhada pela própria pessoa e pelos outros. É um campo de atividade complexo, sendo a relação aberta aquela onde a pessoa cede aos outros informação, o mais completa possível, sobre o seu “eu”, e que diminui a probabilidade de ocorrerem más interpretações do seu comportamento. É neste cenário que, quanto a mim, acontecem relações sinceras, participadas e produtivas.

 

A vida tem tido o efeito de me obrigar a pensar cada vez mais na forma como nos apresentamos aos outros, e nas consequências que essa apresentação pode assumir na construção de relações interpessoais!

 

Ermelinda Macedo

 

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 09:30  Comentar

Praia | Cabo Verde

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Fevereiro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
18
20

21
23
25
27

28


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
Muito agradecemos o seu comentário e as suas propo...
Muito linda a canção. Obrigado por compartilhar!
Parabéns pelo blog, gostei muito da maneira como e...
Obrigado SAPO.CV!!
Olá :)Este post está em destaque no "Cenas na net"...
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: