30.3.14

 

Como é o teu dia? Um glamoroso, ou um normal? Talvez um igual ao comum dos mortais, como o meu. E quando chegas ao fim do dia, como te sentes? Cansado e com sono... Infeliz e frustrado? Quando me sinto com sorte e quando me corre bem o dia, consigo ter uns doze minutos para mim, com quietude e com a possibilidade de respirar fundo! O resto do tempo é ocupado com solicitações e mais solicitações. O despertador, a hora do início das aulas, o picar do ponto às nove horas na empresa, isto e aquilo.

O sentimento de deriva aparece mais frequentemente do que o que seria desejável. Vemo-lo nos olhos do outro que às vezes, muitas vezes, espelha o nosso. Poderia ser diferente? Termos as ideias claramente definidas quanto ao que consideramos realmente importante, sobre os nossos valores e sobre o propósito da nossa vida e termos isso presente, assegura escolhas e comportamentos consistentes com o que realmente valorizamos e confere uma sensação de preenchimento ao nosso dia a dia.

Todos nós temos algum tipo de ideia do que valorizamos, de quais são os nossos valores. Mas concretamente, será que dedicámos o tempo suficiente a pensar neles? Hierarquizámo-los? O que colocámos em primeiro lugar? A liberdade, a auto-realização, a auto-satisfação, a família, o casamento, a segurança financeira? E em segundo lugar?

Os valores pessoais resultam de um conjunto de influências internas e externas, da cultura, da família, dos amigos, dos meios de comunicação. Todos estes e outros fatores conjugados e alterados geram valores individuais. A pressão social continua a ser forte e exerce uma grande influência nos comportamentos. Estaremos a ser coerentes e genuínos em relação aos nossos valores?

 

Ana Teixeira

 

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 06:00  Comentar

Praia | Cabo Verde

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Estefânia Sousa Martins

Fernando Couto

Fernando Lima

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Vanessa Santana

Março 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
15

17
19
20
22

24
26
27
29

31


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
Muito agradecemos o seu comentário e as suas propo...
Muito linda a canção. Obrigado por compartilhar!
Parabéns pelo blog, gostei muito da maneira como e...
Obrigado SAPO.CV!!
Olá :)Este post está em destaque no "Cenas na net"...
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: