29.6.15

MascaraPepino.jpg

 

- Eu não tenho em atenção o dinheiro?! Eu?! – grita ela saltando da cadeira.

- Exato!! – estica ele com o indicador direito.

- Meu querido, se há aqui alguém que não presta qualquer atenção ao dinheiro és tu! – diz ela tentado humilhá-lo, com as mãos abertas, abanando a cabeça num curto movimento reprovador.

- Minha querida, não sou eu que gasto uma fortuna no cabeleireiro, em tratamentos à pele, em tratamentos às unhas, em massagens com nomes esquisitos, em carteiras, em pulseiras e colares!!

- Eu gasto fortunas nisso?! Ai, gasto?! Pois fica sabendo: eu tenho de me arranjar!! Ou queres eu ande para aí como uma sem-abrigo?! Queres?! Uma desarranjada, deslavada, descuidada?! É isso que queres?! Não te importas que eu, a tua mulher, ande de qualquer maneira?! Não te importas, pois não?!

- Importo sim, mas não é isso que aqui está em causa! O que está aqui em causa… - e perdeu a vez pois ela já gritava bem mais alto:

- Não, não te importas, não!! A única coisa que te importa, são as comezainas e as noitadas com o gangue dos teus velhos amigos da escola! Nisso tu podes gastar tudo o que te apetecer! Com isso não tens tu preocupações! Com isso e com a porcaria das músicas e dos filmes! Esse dinheiro não faz falta; o que faz falta é o dinheiro que eu gasto para não parecer uma pindérica!!

- Já só cá falta isso… Os meus amigos e mais as músicas e mais os filmes! Pois fica sabendo minha menina, de uma vez por todas pois já estou cansado de explicar isto: um homem tem de se divertir, de espairecer, tem de ter outros interesses e distrações que não seja só o trabalho!! E o que eu gasto nisso é uma parte ínfima do dinheiro que tu atiras fora com as tuas amigas, nessa treta dos centros de beleza! Beleza! Nota bem: beleza! Ainda por cima elas são feias que nem bodes… como se tanto centro de beleza alterasse alguma coisa… Tu nem precisas disso, mas gostas de alinhar com elas!! E isto para não falar dos rios de dinheiro que vão na compra de sapatos! Ainda estou para descobrir para que queres tantos sapatos quando só tens dois pés!! – disse ele enquanto ela se retorcia para não começar a partir as peças que estavam sobre os móveis.

- Tu és um bruto!! E um grunho!! Tu estarias bem era a chafurdar num chiqueiro com uma porca qualquer ao teu lado!! Estúpido!! A minha mãe bem me avisou que tu eras um bruto, mas eu estava como que anestesiada… As minhas amigas são feias?! Ai são?! E os teus amigos queridos, são o quê?! Já olhaste bem para eles? E para ti? Tens olhado o espelho? Todos gordos, barrigudos e carecas?!

- Eu sou careca?! Careca?! Estás a confundir-me com quem? E agora já nada falta nesta nossa fantástica conversa – a tua estimadíssima mãezinha já chegou! Ela e os seus sábios conselhos!! Não são as alarvidades que ela deita pela boca fora que pagam a escola da nossa filha, nem o que ela come, nem tudo o que ela precisa! Deveis achar que o dinheiro estica, não?! Só tenho pena é do teu pai! Coitado, a aturar uma catatua daquelas durante tantos anos! Aquela nasceu a dizer mal da própria parteira!!

- Tu… Meu ignorante!! Tu… - agora o indicador direito dela também estava esticado.

- Eu o quê?! Fala! Diz: eu o quê?!

- Tu, meu bruto… - e foi interrompida pelo grito da Rita:

- Se neste ano eu for apenas a três festivais de verão, isso ajuda a que não discutam?!

 

Fernando Couto

 

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 08:00  Comentar

Praia | Cabo Verde

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Junho 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
13

14
16
18
20

21
23
25
27

30


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
Muito obrigada por ter respondido ao meu comentári...
Obrigado Teresa por me ler e muito obrigado por se...
Apesar de compreender o seu ponto de vista, como p...
Muito agradecemos o seu comentário e as suas propo...
Muito linda a canção. Obrigado por compartilhar!
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: