28.10.16

AtTheBloodbank-LynnGreyling.jpg

Foto: At The Bloodbank – Lynn Greyling

 

Decidira ter o privilégio de doar uma parte do seu sangue. Tivera conhecimento que era considerado dador universal. O seu tipo de sangue era O Rh negativo, por isso qualquer pessoa poderia receber o seu sangue, quer tivesse antigénios do tipo A, B ou AB e como o antigénio Rhesus estava ausente, poderia também ser recebido por todos o que tinham Rh positivo ou negativo. Compreendera que o seu sangue poderia ser partilhado sem restrições por toda a humanidade.

Enquanto observava o seu precioso líquido cor de rubi deslizar pelo tubo que lhe saía do braço, deixou-se afundar no nevoeiro dos seus pensamentos.

 

Vê-se rodeado numa nuvem alva de algodão. Consegue perceber os contornos humanos através da cortina de névoa, da voz que se lhe dirige. Diz-lhe a voz envolvente e carinhosa, que ele é um dos escolhidos para acordar a humanidade do negro pesadelo em que vive. É-lhe revelado que chegou o momento dos humanos terem consciência da sabedoria do universo e perceberem que cada ser humano é apenas uma partícula que faz parte de um imenso organismo infinito.

Acorda subitamente, com os movimentos de reanimação da enfermeira que entretanto já tinha guardado a sua vital dádiva.

Sorriu. Sentia uma paz imensa. Com um olhar profundo e sábio, as suas palavras flutuam amorosamente:

 

Somos todos um único ser infinito. O que corre nas veias de todos os humanos é o fluído da vida que nos liga uns aos outros, sem escolher raça, género, religião… Trazemos dentro de nós, a correr-nos nas veias, a herança de todos os nossos antepassados, desde os primórdios da vida em todo o universo. Somos todos um. Os herdeiros da Vida e da Sabedoria Universal.

 

Tayhta Visinho

 

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 09:30  Comentar

Praia | Cabo Verde

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Outubro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
13
15

16
18
19
20
21
22

23
25
27
29

30


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
Muito obrigada por ter respondido ao meu comentári...
Obrigado Teresa por me ler e muito obrigado por se...
Apesar de compreender o seu ponto de vista, como p...
Muito agradecemos o seu comentário e as suas propo...
Muito linda a canção. Obrigado por compartilhar!
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: