15.12.13

 

Liberdade? Ah, tão nobre conceito! Qual liberdade? A que aspiramos ou a que nos aspiram? Liberdade é um mito. Uma ilusão que nos faz correr atrás. O mais livre que concebo é o chamado desapego. Tão na moda! Deve ser coisa dos Universos! Mais parecido com liberdade só conheço as escolhas de não ter preso a mim o que me faz mal. E o preço a pagar por essa liberdade são os olhares incompreensíveis dos outros, que se apeguem a isso tudo. Pois fiquem com os vossos apegos. Adoro desapegar-me, porque me faz sentir livre, mas sei que totalmente livre jamais serei. É o jogo da consequência. Queres liberdade? Tudo bem! Pega lá! Para logo depois ver que essa liberdade nunca é incondicional. É puramente ilusória. Que seja! Pelo menos tento sempre chegar mais longe no espetro da Liberdade. E, sinceramente, não há nada mais libertador que deixar cair o peso dos ombros, muitas vezes camuflados em medos, outras tantas em responsabilidades, culpas, ou até em conceitos convencionais de Ser. Liberdade também é quebrar com tudo isso e ousar. Mas ousar em nós próprios! Virados para dentro! Não só gritar para fora pedidos gastos de Liberdade.

Estás pronto para a Liberdade? Estás pronto para abdicar? Ah, é verdade! Abdicar… Não, deixa estar! Fica para depois a Liberdade!

Estás pronto para mudar de direção? Pronto para deixar cair a máscara a que te apegas tão vincadamente? Pronto para seres verdadeiramente o que anseias ser? Ou preferes o conforto desconfortável do conhecido? Queres ser Livre? Então o que te prende?

 

Cecília Pinto


Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 07:00  Comentar

Praia | Cabo Verde

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Dezembro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
14

16
18
19
21

23
25
26
28

30


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
Muito obrigada por ter respondido ao meu comentári...
Obrigado Teresa por me ler e muito obrigado por se...
Apesar de compreender o seu ponto de vista, como p...
Muito agradecemos o seu comentário e as suas propo...
Muito linda a canção. Obrigado por compartilhar!
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: